sexta-feira, fevereiro 16, 2018

Revistas Grátis

Basta clicar em baixar, esperar abrir e depois salvar no computador, etc.

             BAIXAR                    BAIXAR                    BAIXAR

             BAIXAR                    BAIXAR                    BAIXAR

             BAIXAR                    BAIXAR                    BAIXAR

             BAIXAR                    BAIXAR                    BAIXAR

sexta-feira, fevereiro 09, 2018

Rolinhos de Maçã, Passas e Canela (sem Açucar, sem Trigo)

Bom... quando se inventa estas coisas não sabemos bem qual vai ser o resultado final. E para começar o recheio que fiz foi pouco para a quantidade de massa. Dava bem para fazer o dobro.

A espelta é uma farinha com um sabor próprio que abafa um pouco os outros ingredientes pelo que... acho que podia ter usado mais canela, erva doce,etc.

No entanto... para quem já está habituado a viver sem açucar...mata bem aquela vontade de comer algo parecido com um docinho.

Vou guardar aqui a receita justamente porque vi nisto muitas possibilidades de recheios. Vou brincar mais vezes com esta ideia, sem dúvida. 

2 Cháv. Farinha Espelta (1050)
1 Cháv. Farinha Espelta Integral
1 c.(sopa) Canela
1 c.(café) Erva Doce
Raspa 1 Limão pequeno
1 Pitada de Sal
3 c.(sopa) Óleo de Coco derretido
1 Tablete de Fermento Fresco (25g) desfeito em 1/2 Cháv. Água Morna
Água q.b.

CREME DE MAÇÃ
4 Maçãs
3 a 4 c.(sopa) Xarope de Agave
1 c.(chá) Canela
Água q.b. (para ajudar maçã a desfazer sem queimar)

Comecei por derreter o fermento em 1/2 Cháv. Água Morna, tapei com um pano e reservei num local quente.

No microondas derreti o óleo de coco.

Fiz o creme... Descasquei as maçãs e cortei-as em pedaços para um tacho. Adicionei o agave, a canela, um fiozinho de água e levei ao lume (baixo). Fui mexendo e adicionando água aos pouquinhos até maçã amolecer e conseguir desfazê-la com um esmagador de batata. Quando transformado num creme, apaguei lume e reservei.

Numa tigela misturei as farinhas, a canela, a erva doce, a raspa de limão e o sal.

Abri uma cavidade no meio, deitei o óleo de coco e a água com o fermento. Com as mãos, uni tudo, adicionando mais água morna aos poucos até conseguir formar uma bola de massa que já não se agarrava às mãos.

Coloquei-a na taça, tapei com um pano e guardei no forno (desligado) mas que entretanto tinha aquecido uns minutos no minimo.

Quando a massa dobrou o tamanho, estendi-a numa superficie com farinha, usando um rolo também enfarinhado. Formei um pequeno rectangulo e fui entendendo mantendo esse formato, até obter um rectangulo maior.

Coloquei então o creme de maçã, espalhando-o com as costas de uma colher. Espalhei cerca de meia chávena de passas e enrolei formando uma espécie de torta.

Com a ajuda de uma linha de pesca (serve qualquer outro fio) cortei pequenas fatias do rolo.

Coloquei-as numa forma de queques untada com óleo (mas...podem perfeitamente ser assadas sobre papel vegetal).

Deixei-as levedar novamente mais 15, 20 minutos dentro do forno morno mas deligado.

Deixei-as assar a 180º e foi muito rápido. Cerca de 10 minutos. Pincelei-os com agave e liguei depois o grill só para lhes dar uma corzinha por cima.
Notas: Para ser mais guloso basta adicionar açucar ao creme de maçãs e uma ou duas colheres de sopa à massa também.

Podem também adicionar nozes no recheio, ou até, usar qualquer outra fruta para o creme. Bananas, Pêras, Dióspiros, todas elas devem resultar perfeitamente.